Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Os dramas da mudança da hora

Facto nr 1: alguém, um dia, acordou e decidiu que em outubro, lá para o último fim de semana, era uma excelente ideia mudar a hora. Era giro. Ficava de noite muito mais cedo, o que tornava os dias de outono /inverno ainda mais pequenos (parecem!). Não havia assim nenhuma vantagem aparente, mas era coisa a experimentar. Sim senhora, assim foi. E nós cá andamos nessa vida.
Facto nr 2: os relógios, iPads e afins trazem um botão para acertar a hora, ou mudam automaticamente quando ligamos à net. Tudo muito bem. Mas esqueceram-se que as crianças NÃO trazem esse botão, nem estão ligadas à rede. Por isso, as crianças continuam a achar que é um dia absolutamente normal, com horas normais e rotinas normais.

O que implica que nesta brincadeira de "ah e agora vamos lá andar uma hora para trás porque é giro", os miúdos acordam às 6h da manhã a achar que está na hora de começar a despachar para ir para a escola, e são os pais a passarem os dias de olheiras e a beber café atrás de café.
Facto nr 3: ninguém sabe bem qual a vantagem de andarmos a mexer em relógios.
Em resumo, não sei como vai ser a vossa semana, mas a minha começou bem cedo ( a rondas as 5 da manhã, porque o meu filho achou que já estava na hora) e o cenário não parece que vá melhorar assim tão rapidamente. Lá para março, talvez....quando voltarem a mudar outra vez a hora.

 

image.jpeg

 

 

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    A.Santos

    27.10.15

    Lá vem outro com a tradição. O problema só tem, a ver com o salto, porque o sistema vai mudando lentamente e as pessoas vão-se adaptando. Por isso não há qualquer vantagem. Só pré-conceitos. Como o Cavaco que queria estar no mesmo horário que a Alemanha. Às 22 ainda havia sol. Uma aberração de um aborto.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.