Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Conversas de uma mãe, que é médica Ginecologista/Obstetra e adora escrever. Com sabor a chocolate.

Dilemas de mãe

O mais pequeno é um bocado irrequieto. Cheio de energia. Um amor, fofinho que só ele, mas se mete uma coisa na cabeça, não olha a meios para atingir fins - não sei se é de ser o segundo, mas é um rapaz desenrascado, apesar dos 19 meses.
Andamos numa fase em que, para conseguir os brinquedos que quer, vá de puxar cabelos - à mana, aos amigos - e ainda se ri quando lhe ralhamos. Por isso, a mãe tem andado a tentar convencer o miúdo pequeno que não batemos nos amigos, nem na mana, que temos é de mostrar que gostamos deles.
Portanto hoje, chego à escola e tenho um recadinho: que o P. foi apanhado num canto aos risinhos com uma amiga. E o que é que se estava a passar? O pequeno P. resolveu deixar a máscara de Van Damme e passou a Don Ruan : apanhado em flagrante aos beijinhos na boca à pequena F. E parece que depois de lhe apanhar o gosto já não quis outra coisa e passou o dia nisto.
E está aqui a mãe a decidir se gosta mais que o seu filho-pequeno-fofinho-e-mimado ande aos beijinhos na boca às meninas ou lhes puxe os cabelos. 


1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.